• Taura Serviços

Tudo o que você precisa saber sobre ser MEI

MEI quer dizer microempreendedor individual, mas disso você já deve saber. Quer conhecer mais informações sobre MEI? Vamos dizer tudo aqui!


O que é MEI?


O MEI, como citamos, é um microempreendedor individual, isto é, um profissional autônomo. Pela abertura da empresa, essa pessoa passa a ser jurídica, isto é, tem um CNPJ.


Quais os benefícios de ser MEI?


Além da formalização do seu negócio, o MEI também recebe uma série de vantagens, como facilidades para abertura de conta bancária, pedidos de empréstimo a juros mais baixos e possibilidade de emissão de notas fiscais. E mais: tem todos os direitos de uma pessoa jurídica. Veja os detalhes abaixo:


- direito a auxílio-maternidade;


- direito a afastamento remunerado para tratar de problemas de saúde;


- direito à aposentadoria;


- isenção dos tributos federais, porque o MEI se enquadra no Simples Nacional;


- inclusão de endereço fixo para conquistar clientes com mais facilidade;


- cobertura da Previdência Social para si e para sua família.


Quem pode ser MEI?


Se você tem uma empresa e gostaria de formalizá-la, veja as características do microempreendedor individual para saber se você pode encaixar o seu negócio nessa modalidade:


- deve faturar até R$ 6.750,00 por mês, o que equivale a até R$ 81.000,00 por ano;


- não participar de outra empresa como sócio, administrador ou titular;


- ter, no máximo, um empregado, sendo que o pagamento desse funcionário deve ser o salário-mínimo ou o piso da categoria;


- precisa se encaixar em uma das 450 atividades permitidas.


Quem não pode ser MEI?


- menores de 18 anos (ou de 16, não emancipados);


- estrangeiros que não possuam visto de permanência;


- pensionistas e servidores públicos;


- profissionais de determinadas categorias, como psicólogos, médicos, advogados e arquitetos, porque eles se enquadram como profissionais liberais, não como uma atividade empresarial.


Quanto custa ser MEI?


Muitas pessoas não formalizam o seu negócio porque acham que vai custar caro. Porém, estão duplamente enganadas! É muito simples, fácil, rápido e econômico ser MEI, e o que pode custar caro é o risco da não formalização.


Por exemplo: para uma empresa de comércio ou indústria, o custo mensal é de R$ 56,00; de prestação de serviços, R$ 60,00; de comércio e serviços, R$ 61,00.


O custo para ser MEI é calculado dessa forma: corresponde a 5% do limite mensal do salário-mínimo, mais R$ 1,00 (caso seja contribuinte do ICMS), ou mais R$ 5,00 (caso seja contribuinte do ISS).


Viu, só? E o pagamento também é facilitado: pode ser feito por débito automático, débito on-line ou pela emissão do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).


Como ser MEI?


Agora você já sabe tudo sobre ser MEI! Se você pode ser um, não perca mais tempo e providencie a formalização do seu negócio!


Para ser microempreendedor individual, você deve acessar o Portal do Empreendedor (portaldoempreendedor.gov.br). Lá, você fará a inscrição, alterações quando necessárias, a impressão do DAS, além de obter a declaração anual ou baixa da empresa.


Sim, como você percebeu, ser MEI é tão simples que pode ser feito da sua casa, agora mesmo! Porém, antes de você iniciar a abertura de sua empresa, o que nós recomendamos fortemente, sugerimos que você consulte o seu contador.


Afinal, o contador é o melhor amigo da empresa, do empresário, ele é o profissional indicado para esclarecer todas as suas dúvidas. Quem é MEI não precisa ter um contador, mas por que recusar uma consultoria com quem realmente entende do assunto?


Portanto, comece agora mesmo a formalização do seu negócio: consulte o contador e, logo em seguida, acesse o Portal do Empreendedor!


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo