• Taura Serviços

Quanto tempo leva para abrir uma empresa no Brasil?

Você se decidiu por ter um negócio próprio. E agora, que passos deve seguir? Será que leva muito tempo para abrir uma empresa no Brasil? Leia para esclarecer as suas dúvidas.


MEI é a opção mais rápida


Para responder a pergunta sobre se demora muito tempo para abrir uma empresa em nosso país, primeiro é preciso determinar o tipo de empresa que você vai abrir. A modalidade mais rápida é a MEI (microempreendedor individual).


Porém, se você acompanha as nossas publicações, sabe que não são todas as pessoas que podem abrir uma MEI, já que ela possui algumas especificidades, como:


- faturamento máximo de 81 mil reais por ano;


- só é permitido contratar um funcionário, ou seja, o microempreendedor e mais uma pessoa, que deverá receber o piso salarial de sua categoria;


- não é possível fazer parte de sociedade em outras empresas;


- deve se encaixar em uma das atividades permitidas pela MEI.


Se a sua empresa se encaixar em todos esses requisitos, ela pode ser aberta em poucos minutos, já que a emissão do CNPJ e das guias do INSS são feitas imediatamente após a sua solicitação.


Você deve preencher os dados requeridos e, se não houver erros, o CCMEI (Certificado da Condição de Microempreendedor Individual) já estará disponível para download.


Prazo para abertura de uma empresa (expectativa x realidade)


O tempo médio de abertura de uma empresa optante do Simples Nacional (regime tributário mais eficiente para o recolhimento de impostos) é de cinco dias. Contudo, estima-se que esse período se estenda de quinze a trinta dias, pois há variação entre cidades e estados brasileiros.


Isso porque nosso país ainda é bastante burocrático no quesito abertura de empresas, principalmente quando comparado a Nova Zelândia, Cingapura e Canadá, locais em que o prazo não passa de dois dias.


Abaixo você confere os documentos necessários para a abertura de uma empresa de pequeno ou médio porte. Sem eles, sua empresa não sai da imaginação.


O que providenciar para abrir uma empresa no Brasil


Contrato social: é o documento oficial de abertura da empresa. Nele estão as obrigações dos sócios, a participação nos lucros, a área de atuação do negócio e outros dados que vocês acharem importante mencionar. Deve ser redigido na presença dos sócios, por um contador.


Registro na Junta Comercial ou no Cartório de Registro de Pessoa Jurídica: é ele quem oferecerá o CNPJ à sua empresa, que posteriormente será apresentado na Receita Federal.


Alvará de funcionamento: é um documento emitido pelo município em que está situada a sua empresa, sendo obrigatório para sua existência. Deverá, em alguns casos, passar por vistorias específicas do segmento de atuação.


Registro na Secretaria Estadual da Fazenda: é mais um cadastro obrigatório, principalmente para empresas de comércio e indústria. É por ele que o seu negócio vai pagar os tributos estaduais.


Registros específicos: aqui entram registros que você deve realizar de acordo com o tipo de atuação. Pode ser laudo de bombeiros, fiscalização ambiental, órgão de vigilância sanitária, de segurança do trabalho, etc. O contador poderá auxiliar você nesse processo, ok?


Conte com o auxílio do seu contador


Se o MEI é o regime societário mais rápido para a abertura de uma empresa, o Simples Nacional é o mais eficiente para o recolhimento de impostos. Ao escolher por essas modalidades, se a sua empresa se encaixar nelas, você não precisará de muita burocracia para abrir seu negócio.


Contudo, recomendamos que procure o seu contador para esclarecer todas as suas dúvidas e informar o passo a passo para a abertura de uma empresa, pois, como você conferiu, cada tipo tem as suas particularidades. O contador fará com que seu sonho saia do papel mais cedo!



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo